Alerta sobre AVC

Uma pesquisa recente evidenciou que uma em cada quatro pessoas terá um AVC ao longo da vida. Dados alarmantes que abrem a necessidade de um debate sobre o assunto.




O AVC


Popularmente conhecido como derrame, o acidente vascular cerebral pode ser do tipo isquêmico, quando um coágulo ou trombo obstrui uma artéria que leva sangue e oxigênio do coração ao cérebro, levando alguns neurônios à morte. Ou ainda o AVC do tipo hemorrágico, em que há o rompimento de uma veia que derrama sangue para dentro do cérebro ou nas meninges, que são as membranas que o revestem.


O AVC não acontece de um dia para o outro. Ele pode ser, por exemplo, consequência de um estilo de vida pouco saudável, desenvolvido pelo paciente durante anos. Por isso é muito importante conhecer os fatores de risco (vide abaixo), para se evitar esse mal súbito.



Dados que assustam


Se pensarmos que 25% das pessoas do planeta terão um AVC em algum momento da vida é assustador. As estimativas também dizem que a cada 3 segundos há alguém sofrendo com o acidente vascular no mundo.


Por conta disso é importantíssimo conhecer os fatores de risco e buscar uma rotina mais saudável.


A idade avançada é um dos fatores, já que a maioria dos pacientes que tem derrame estão acima dos 70 anos. Mas isso não isenta ninguém do problema. A hipertensão também pode contribuir para o derrame. Por isso, evite a pressão alta. Fazer atividade física, comer menos sal e ter uma rotina pouco estressante fazem parte do cotidiano de quem quer se prevenir contra o AVC.


Doenças cardíacas, diabetes, tabagismo, obesidade, sedentarismo, alcoolismo e antecedente familiar também estão na lista dos fatores de risco.