Dezembro Laranja contra o Câncer de pele

#dezembrolaranja #cancerdepele



O verão está chegando, mas já podemos sentir como será a "estação da alegria". Muitas pessoas esperam a chegada do sol e calor para aproveitar os passeios ao ar livre: caminhadas, praias, cachoeiras e muitas outras oportunidades de lazer que as cidades brasileiras nos apresentam. Mas estamos aqui para dar uma dica de saúde e queremos que você se previna contra o Câncer de pele. Você sabe o que é isso?





O QUE É O CÂNCER DE PELE?


Vamos direto ao ponto. O Câncer de pele é quando as células da pele se multiplicam sem controle. Pode ser classificado como melanoma, mais raro e que pode levar à morte; e mão melanoma, mais frequente e menos grave, porém pode causar deformações no corpo. Ambos têm cura se descobertos logo no início. Mas calma, pois se a doença for diagnosticada logo no início, as chances de cura são grandes.



CUIDADOS COM A PELE


Os cuidados com o nosso corpo são necessários e não podemos relaxar nem um só minuto. A pele é o maior órgão do corpo humano. Portanto, o cuidado precisa ser maior; não somente na parte estética, mas também para o seu pleno funcionamento. Você já ouviu a expressão "O corpo fala?" É verdade. Quando há algo de errado em nosso organismo, o corpo dá os seus sinais. Com a nossa pele não é diferente. É nela em que surgem as pintas e sinais. Essas marcas precisam de atenção. Elas podem indicar risco para saúde como surgimento de um câncer de pele.



SINAIS DE ALERTA


Antes de tudo, saiba que esse tipo de câncer é o mais comum em todo o mundo. Pessoas de pele muito claras estão mais suscetíveis, principalmente aquelas que ao se exporem ao sol e não se bronzeiam, ficam vermelhas. Nos indivíduos negros, a doença é mais comum nas partes brancas do corpo, como as palmas das mãos e plantas dos pés ou sob as unhas. Então, é super importante você ficar alerta para os sinais e identificá-los de maneira correta. Vamos lá para os sinais: - Manchas pruriginosas (que coçam), descamativas ou que sangram;

- Sinais ou pintas que mudam de tamanho, forma ou cor;

- Feridas que não cicatrizam em 4 semanas;

- Verruga que cresce.


Em casos de uma lesão pigmentada pré-existente ocorre aumento no tamanho, alteração na coloração e na forma da lesão, que passa a apresentar bordas irregulares. Além do câncer de pele, a exposição prolongada e desprotegida ao sol pode trazer danos à pele como:


- Sardas;

- Melasma;

- Queimadura da pele;

- Envelhecimento precoce.



COMO SE PROTEGER DO CÂNCER DE PELE?


Informação é tudo, mas ela precisa ser acompanhada da ação. Não perca mais tempo e proteja a sua pele. Aqui vão algumas dicas. Não se esqueça de compartilhá-las com outras pessoas. - Evite exposição prolongada ao sol entre 10 e 16 horas;

- Use proteção adequada, como roupas, bonés ou chapéus, óculos escuros com proteção UV, sombrinhas e barracas;

- Aplique protetor solar pelo menos meia hora antes da exposição;

- Use também filtro solar próprio para os lábios.


Vale a pena também ficarmos atentos para os fatores de risco:


- Exposição prolongada e repetida ao sol, principalmente na infância e na adolescência;

- Ter pele e olhos claros, com cabelos ruivos ou loiros, ou se albino;

- Histórico pessoal ou familiar da doença.




TENHO ALGUNS DOS SINAIS E SINTOMAS. O QUE FAZER?

A detecção precoce do câncer é uma estratégia para encontrar um tumor numa fase inicial e, assim, possibilitar maior chance de tratamento.


A detecção pode ser feita por meio da investigação com exames clínicos, laboratoriais ou radiológicos, de pessoas com sinais e sintomas sugestivos da doença (diagnóstico precoce), ou com o uso de exames periódicos em pessoas sem sinais ou sintomas (rastreamento) mas pertencentes a grupos com maior chance de ter a doença.


Não há evidência científica de que o rastreamento do câncer de pele melanoma traga mais benefícios do que riscos e, portanto, até o momento, ele não é recomendado. 


Já o diagnóstico precoce desse tipo de câncer possibilita melhores resultados em seu tratamento e deve ser buscado com a investigação de sinais e sintomas como o aparecimento de uma pinta escura de bordas irregulares acompanhada de coceira e descamação ou com alterações em uma pinta já existente, que venha a aumentar de tamanho, mudar sua cor e forma, passando a apresentar bordas irregulares. 


Uma regra adotada internacionalmente é a do “ABCDE” que aponta sinais sugestivos de tumor de pele do tipo melanoma:


- Assimetria: uma metade do sinal é diferente da outra;Bordas irregulares: contorno mal definido;

- Cor variável: presença de várias cores em uma mesma lesão (preta, castanha, branca, avermelhada ou azul);

- Diâmetro: maior que 6 milímetros;

- Evolução: mudanças observadas em suas características (tamanho, forma ou cor).


Na maior parte das vezes alterações como estas na pele não são causadas por câncer, mas é importante que elas sejam investigadas por um médico.



PROCURE UM DERMATOLOGISTA


Na dúvida, procure um Dermatologista de confiança. Não deixe para depois o que se pode resolver hoje.


O diagnóstico normalmente é feito pelo dermatologista, através de exame clínico.

Em algumas situações, é necessário que o especialista utilize a dermatoscopia, exame no qual se usa um aparelho que permite visualizar algumas camadas da pele não vistas a olho nu. Alguns casos exigem um exame invasivo, que é a biópsia.



TRATAMENTO


A cirurgia é o tratamento mais indicado. A radioterapia e a quimioterapia também podem ser utilizadas dependendo do estágio do câncer. Quando há metástase (o câncer já se espalhou para outros órgãos), o melanoma, hoje, é tratado com novos medicamentos, que apresentam altas taxas de sucesso terapêutico. A estratégia de tratamento para a doença avançada deve ter como objetivo postergar a evolução da doença, oferecendo chance de sobrevida mais longa a pacientes que anteriormente tinham um prognóstico bastante reservado.





HOSPITAL DE CÂNCER | GRUPO HOSPITAL CASA


Agora, no Rio de Janeiro, você tem uma ótima opção para o diagnóstico e tratamento do câncer. O Hospital Casa | Hospital de Câncer oferece uma linha de cuidado integral ao paciente oncológico.


Estamos preparados com um centro de diagnóstico oferecendo segurança e precisão nos resultados e laudos. Temos diversos exames de Medicina Nuclear, como a Cintilografia Cerebral, Tomografia por Emissão de Pósitrons (PET/CT) e Ressonância Magnética com Espectroscopia. Temos quartos terapêuticos para a realização de iodoterapia, com plena capacidade para internações. Quimioterapia, radioterapia, oncologia pediátrica, cirurgia oncológica e transplante de medula óssea, entre outros serviços. Clique aqui e veja a lista completa de exames que realizamos. Acesse nosso site e saiba mais sobre o Cancer Center.



Prevenção é o melhor caminho e a informação ajuda bastante. Compartilhe essas dicas para que juntos possamos nos prevenir do Câncer de pele. Aproveite o verão com saúde e responsabilidade.


Grupo Hospital Casa. Nós estamos aqui.






Fontes: http://www.blog.saude.gov.br/

https://www.inca.gov.br/