Dúvidas e certezas sobre vacinas

Após o surgimento do novo coronavírus, as vacinas ganharam uma notoriedade muito grande. Para algumas pessoas, de eficácia discutível e obrigatoriedade questionável. Para outros e - felizmente, a maioria - extremamente necessária e capaz de salvar vidas. Nesta matéria, você entenderá um pouco mais sobre as vacinas.




Certezas sobre as vacinas contra covid


A vacina contra covid surgiu em tempo recorde. Menos de 1 ano após o início da pandemia, algumas indústrias farmacêuticas já estavam anunciando seus imunizantes que foram, rapidamente, adquiridos por alguns países e a imunização da população teve início.


Só nos Estados Unidos, a estimativa é de que, até o presente momento, as vacinas contra covid salvaram a vida de mais de 1 milhão de pessoas e ajudaram a evitar 10 milhões de hospitalizações e 35 milhões de infecções.


Essa vacina foi produzida tão rapidamente porque centros de pesquisa já estavam estudando há alguns anos patógenos com potencial para causar epidemia. Portanto, muito já se sabia sobre o coronavírus e, em alguns meses, foi possível elaborar um imunizante. As vacinas contra covid são frutos de ações preventivas.


É também verdade que a plena eficácia de uma vacina só pode ser mensurada após as doses iniciais serem aplicadas. Foi assim que entendeu-se a necessidade de uma dose de reforço ou a redução do tempo para a segunda dose, já que um vírus sofre mutações e isso interfere na capacidade imunizante.



Dúvidas sobre as vacinas


A necessidade de imunizar a população é mais que certa. O que ainda não se sabe é se haverá necessidade de campanhas anuais para vacinação, como acontece com a gripe.


Por causa das variantes do vírus e falta de dados pela precocidade dos fatos, ainda não podemos ter essas certezas, mas a ciência já acredita que alguns grupos prioritários deverão tomar a vacina anualmente por um tempo.


E meia dose, é suficiente? Também vem se estudando a possibilidade de usar apenas meia dose como a dose de reforço, o que seria uma maneira de dobrar o número de imunizados em pouco tempo.