Falando mais sobre o millium

Erupções que podem surgir em todas as idades, mas que são mais comuns em meninas adolescentes. Entenda mais sobre o millium, suas causas e como tratar.




Millium


Pequenas erupções na pele do rosto, arredondadas e esbranquiçadas. Assim são os mílios (do latim, millium, cujo plural é millia).


É uma condição bem comum, que pode surgir em qualquer idade, inclusive em bebês. No entanto, jovens do sexo feminino, com pele oleosa, representam o público de maior incidência. Inclusive, o uso de cosméticos e maquiagens de má qualidade também favorece o aparecimento dessas “bolinhas”.


Eles surgem de forma múltipla e medem no máximo 4 milímeros. São compostos por gordura e se aglomeram em torno dos olhos, nariz e nas bochechas. Mas também podem surgir em qualquer parte do corpo, inclusive no couro cabeludo e na região genital.



O que fazer?


Primeira regra: não fique cutucando a erupção. Há quem confunda mílio com cravo e fique tentando espremer. Não faça isso (nem com cravos, inclusive). Manipular as elevações da pele sem a devida higienização pode acarretar infecções, manchas e cicatrizes.


O ideal é se consultar com um médico dermatologista para avaliação, diagnóstico e tratamento, se for esse o caso.


Mantenha também uma boa higiene: essa é a melhor dica. Uma pele limpa e bem cuidada tende a ter menos manifestações desse tipo.