top of page

É seguro compartilhar objetos com pets?

Os animaizinhos de estimação fazem parte da vida de muita gente. Mas será que faz mal compartilhar objetos com eles? Entenda melhor sobre o assunto.



É preciso ter cuidado


Você tem cão ou gato? Como é a rotina dele? Fica sempre dentro de casa ou costuma ir à rua? Bem, independentemente de sua resposta, é preciso acender um alerta e evitar o compartilhamento de objetos. Pois, mesmo que o animalzinho não saia do petshop e do veterinário, não é muito higiênico e 100% seguro dividir com ele pratos e talheres que você utiliza no dia a dia, além de toalhas de banho e rosto, escovas de pentear, alicates de unha ou aparelhos que furam ou cortam, por exemplo. Você pode desenvolver: alergias respiratórias, asma, micose, infecções de pele, gastroenterites, infecções do trato urinário e conjuntivites.


O alerta é maior para quem coloca pratos e vasilhas de uso humano para alimentar os pets. Mesmo que você lave esses recipientes, eles ainda estarão contaminados e poderão transmitir doenças. Estudos já mostraram que a carga de bactérias encontrada nesses objetos é comparada às dos banheiros.


O ideal é adotar a prevenção. Todo animal de estimação deve ter os seus objetos de uso diferentes dos humanos. Recipientes para comer e beber água, camas, caixinhas de areia e brinquedos devem ser de uso exclusivo dele.


E os pets não vacinados e vermifugados, com acesso à rua, não devem dormir com os tutores e muito menos lamber seus rostos. É necessário ainda ter cautela com mordidas e arranhões.


ความคิดเห็น


bottom of page