A alergia ao ovo e a vacina da gripe

Você sabia que existe relação entre a vacina da gripe e a alergia ao ovo? Nesta matéria você entenderá mais sobre este assunto.





De onde vem a relação?


A maioria das vacinas contra a gripe são cultivadas em fluidos de embriões de frango. Por causa disso elas contêm uma pequena quantidade da proteína do ovo.


As pessoas que têm intolerância a essa proteína, ficam na dúvida se, ao serem imunizadas, não correrão o risco de terem uma reação alérgica.


A resposta é: pode se vacinar tranquilamente. A quantidade dessa proteína do ovo presente no imunizante é tão pequena que o nosso sistema imunológico não a detecta.


E em casos de pacientes com alergia severa, é recomendável que a vacinação aconteça em um ambiente mais seguro, como um hospital, por exemplo, para que haja supervisão médica.



O ovo


Poucas pessoas sabem, mas o ovo de galinha tem um papel fundamental na fabricação de vacinas.


No caso da gripe, acontece assim: o vírus influenza, ao ser injetado dentro do ovo, infecta o embrião que ali está e vai se multiplicando. Depois de um tempo de incubação, o líquido que reveste aquele embrião servirá como matéria-prima para a vacina.


E não pense que isso é uma exclusividade da gripe. Os imunizantes contra a febre amarela, o sarampo, a caxumba, a rubéola e a varicela também utilizam o ovo em seus processos de produção.