A luta antimanicomial

Os manicômios fizeram parte da sociedade até bem pouco tempo atrás. Eram instituições que abrigavam pessoas rejeitadas pela família e promoviam tratamentos não humanizados, exercendo até torturas físicas e mentais. Felizmente esses lugares foram fechados e deram espaço a tratamentos mais eficazes e respeitosos.




Saúde mental


A saúde mental é a base para emoções, pensamento, comunicação, aprendizagem e autoestima. Está diretamente ligada ao bem-estar físico e psíquico e influencia diretamente no meio em que se está inserido.


Ter a mente sã envolve uma série de ações. Alimentar-se bem, fazer atividade física com constância, visitar o médico regularmente e se permitir momentos de lazer são a base para se conseguir ter uma saúde mental equilibrada e, consequentemente, usufruir de todos os benefícios que isso possibilita.



Os transtornos da mente


Ainda há um estigma quando se fala em transtornos ou doenças mentais. Muitas pessoas ligam isso à esquizofrenia, transtorno de personalidade, psicoses, entre outros. Claro, essas são doenças graves que requerem acompanhamento médico e auxílio social, mas não estão sozinhas no rol dos problemas da mente.


Outros males, como depressão e ansiedade, que, em um passado muito recente, eram vistos como desequilíbrio e até “frescura”, têm hoje a atenção que merecem. São doenças que causam diversos sintomas físicos e incapacitam o indivíduo de trabalhar e viver em sociedade.


Portanto, independente do grau de intensidade da doença que acomete o paciente, deve-se procurar ajuda o quanto antes.



O preconceito


O grande problema da busca por ajuda em casos de doenças mentais é o preconceito. Não só o receio do julgamento alheio, mas as próprias avaliações depreciativas que o paciente traz consigo sobre o assunto, dificultam demais o sucesso no acompanhamento desses males.


É importante entender que esses problemas são comuns, acontecem com boa parte da população e têm tratamento. Portanto, não ignore a busca por auxílio profissional. Isso pode melhorar, e muito, sua qualidade de vida.