A pandemia e a saúde mental dos jovens

Muito além do impacto na saúde física, a pandemia trouxe prejuízos para a saúde mental de muita gente, inclusive nos mais jovens. Entenda.




Um cenário inesperado


A pandemia surpreendeu a humanidade. Ninguém imaginava passar por um momento assim, isolando-se em casa, higienizando-se o tempo todo e vendo pessoas próximas doentes ou falecendo. Foi tudo muito triste.


É natural pensar que os impactos disso, sobretudo para a saúde mental, sejam consideráveis. Ainda mais sobre os jovens, que vivenciaram esse cenário em meio a uma fase da vida que é, naturalmente, cheia de expectativas e descobertas.



A saúde mental dos jovens


De acordo com um levantamento realizado pelo Instituo Ayrton Senna, 70% dos alunos da cidade São Paulo relataram algum sintoma de ansiedade ou depressão. Os estudantes também afirmaram ter dificuldades de concentração e esgotamento.


Naturalmente, isso não é culpa só da pandemia. Mas alguns estudos realizados aqui em nosso país e também em outras nações mostraram que, com o fechamento das escolas e o estudo on-line, associado ao distanciamento, é possível dizer que houve, sim, um impacto na saúde mental, na perda das habilidades sociais, em déficits cognitivos e na maior dificuldade de aprendizagem do jovem.


Angústias, medos, estresse, ansiedade, tristeza, preocupações excessivas, solidão, desconfortos sociais são algumas das emoções relatadas pelos adolescentes em idade escolar. Entretanto, alguns especialistas também acreditam que o cenário pandêmico apenas evidenciou um problema que vem se construindo há alguns anos, já que os transtornos mentais vêm aumentando, prioritariamente, entre os jovens, que têm uma preocupação cada vez maior com as opiniões vindas das redes sociais e com o próprio futuro.


Diante de tudo isso, o melhor caminho é sempre o do diálogo. Aos pais, responsáveis e professores cabe a difícil tarefa de orientar e notar alguma alteração, para sugerir um acompanhamento psicoterapêutico ou psiquiátrico. E aos jovens, sempre deverá existir uma conversa franca para que haja a interferência positiva de alguém próximo.