A sepse

Uma complicação que pode levar à morte. Entenda mais sobre a sepse e saiba como prevenir esse problema mesmo após ter alta do hospital.




O que é sepse?


A sepse é uma complicação potencialmente fatal e ocorre quando o organismo, ao lutar para combater uma infecção, acaba desencadeando uma reação no corpo inteiro, danificando órgãos e tecidos.


Quando o paciente está internado, sempre existe uma preocupação relacionada às infecções adquiridas no ambiente hospitalar, por isso a unidade de cuidados precisa ser muito bem higienizada e os aparelhos esterilizados.


Mas o curioso é que a sepse pode ser uma complicação que surge também em casa, após a alta hospitalar.



Sepse em casa


Quando o paciente tem alta, não quer dizer que ele está livre dos cuidados. É preciso estar de olho em como ele reage às medicações e ao tratamento em casa. Sintomas como dificuldade respiratória, febre, pressão arterial baixa, ritmo cardíaco acelerado e confusão mental são sinais de sepse. Caso isso aconteça, é preciso buscar, novamente, o atendimento médico de urgência.


Um estudo recentemente publicado evidenciou que a sepse pode ocorrer até anos depois do problema original. Hemogramas realizados em pacientes que estiveram internados há alguns anos mostraram os monócitos (células de defesa) prontas para um ataque, quando deveriam estar em estado neutro.


Portanto, é aconselhável que pacientes que estiveram internados em UTI façam consultas de rotina e exames de sangue para investigar essa possibilidade.