Aditivos no prato

O que você come? Muitos não sabem, mas os alimentos que compramos no mercado estão repletos de aditivos químicos. Nesta matéria você saberá um pouco mais sobre o assunto.




O que são aditivos


Os aditivos são soluções industriais para dar um aspecto mais atrativo aos produtos alimentícios ou para deixar as suas fórmulas mais homogêneas. Eles podem interferir no sabor, cheiro e aparência da comida e estão presentes em 80% do que consumimos.


Os chamados ultraprocessados, são alimentos ricos em aditivos e que podem causar doenças ao longo do tempo. É fundamental ler as informações presentes nas embalagens daquilo que compramos, só assim para saber, ao certo, o que estamos comendo de verdade.



Conhecendo os aditivos de nossa mesa


Aromatizantes: presentes em quase metade dos alimentos mais comprados no supermercado, servem para dar um cheiro agradável ao produto. Alguns são naturais, ou seja, de origem animal ou vegetal. Mas, também há os sintéticos, produzidos em laboratórios. Os aromatizantes estão presentes, entre outros produtos, nas balas, biscoitos, refrigerantes, cereais (inclusive as barras), sorvetes, iogurtes, sucos de caixinha e sopas.


Conservantes: utilizados para prolongar a vida útil do alimento, estão presentes em carnes processadas (salsicha, linguiça, salame, presunto), pães e bolos, coco ralado, chocolate, frutas desidratadas, queijos, maionese, margarina, sucos de caixinha, refrigerante e hortaliças em conserva.


Corantes: esses são usados para dar uma cor mais apresentável aos alimentos. Podem ser de origem natural ou sintéticos. Estão presentes alimentos processados, balas e alguns doces, sorvetes, geleias, iogurtes, óleos vegetais, proteína de soja, refrescos, refrigerantes e sucos, biscoitos e carnes processadas.


Estabilizantes: encontrados em ¼ dos alimentos consumidos, ajudam a impedir que os ingredientes utilizados na fabricação se separem, mantendo a mistura homogênea. Estão presentes em cervejas, refrigerantes, vinhos, alimentos infantis esterilizados, bebidas achocolatadas, queijos, hortaliças em conserva, molhos gordurosos, sopas concentradas, carnes processadas e sucos de caixinha.


Emulsificantes: presentes em 1/5 dos alimentos mais consumidos, permitem misturar ingredientes que não se misturariam naturalmente, como água e óleo. Estão presentes nos cereais matinais, itens de panificação, sobremesas, doces, biscoitos, produtos lácteos, leite de coco, farinha de trigo e bebidas alcoólicas não fermentadas.


Além desses, também há os antioxidantes, realçadores de sabor, espessantes, reguladores de acidez, edulcorantes e fermentos.