Câncer colorretal

Também chamado de câncer de intestino, o câncer colorretal abrange as tumores malignos que afetam as partes do intestino grosso, chamada de cólon, até o reto, que é o final do intestino junto ao ânus. Saiba quais são os fatores de risco e alerta sobre esse tipo de câncer.




Sinais de alerta


Esse tipo de câncer é muito comum. Afeta cerca de 40 mil pessoas todos os anos no Brasil. Estar atento aos sinais de alerta é fundamental para o diagnóstico precoce, que aumenta as chances de cura e tratamento.


A alteração no hábito intestinal, com prisão de ventre e diarreia alternados, é um exemplo de sinal de alerta. Também é igualmente importante que não ignore sinais como sangue nas fezes, alteração no formato das fezes, anemia, perda de peso repentina e mudanças no hábito intestinal.



Colonoscopia


Geralmente diagnosticado através do exame de colonoscopia, que é um exame feito por meio da introdução de uma sonda anal acompanhada de uma câmera que investiga anomalias nessa região do corpo, o câncer colorretal, se descoberto em estágio inicial, tem boas expectativas quanto ao tratamento e a cura.


Uma grande vantagem da colonoscopia é que ela permite a retirada de pólipos, lesões presas na parede do intestino que poderiam evoluir para câncer. É fundamental que os pacientes acima dos 40 anos, sobretudo aqueles que têm histórico na família, façam o exame de forma preventiva.