Câncer de mama

Esse tipo de câncer é o mais comum entre mulheres. Anualmente, ele tira a vida de pelo menos 17 mil brasileiras e representa 11% de todos os cânceres conhecidos.




Um câncer muito comum


O câncer de mama é tido como o mais comum entre a população feminina e apresenta um risco de infectar 61 a cada 100 mil mulheres. A média de novos casos anuais tem sido em torno de 2 milhões. Um número bem alto.


Ele se manifesta mais em mulheres acima dos 50 e leva a óbito cerca de 17 mil pacientes todos os anos, só no Brasil.


Além de fatores hereditários, outras peculiaridades podem favorecer o aparecimento da doença: obesidade, menopausa tardia, sedentarismo e exposição a radiações ionizantes.



Prevenir ainda é o melhor remédio


A campanha Outubro Rosa é um marco na prevenção desse carcinoma. Ela incentiva o autoexame, aquele em que a mulher pode investigar a existência de nódulos através do toque nas mamas.


Esse tipo de hábito, que pode ser feito durante o banho ou ao trocar de roupa, pode salvar muitas vidas. Ele é responsável por identificar o problema precocemente, o que aumenta, e muito, as chances de sucesso no tratamento.


Mulher, se toque! E se notar algo estranho, procure um médico para que haja a investigação desse nódulo. Ele pode não ser nada demais, como pode ser indício do câncer. Além disso, faça mamografias regulares a partir dos 40 anos. Faça sua parte e viva muito mais!