Câncer de ovário

Esse tipo de câncer é considerado a segunda neoplasia mais comum entre os cânceres ginecológicos, ficando atrás apenas do câncer de colo de útero. Está ligado ao estilo de vida da paciente, ou a fatores genéticos, e é de difícil detecção precoce.



Como se manifesta


Quando está no início, o câncer de ovário não causa sintomas específicos. Porém, à medida que o tumor cresce, ele pode causar dor ou inchaço em algumas regiões do corpo. São elas: abdômen, pelve, costas ou pernas. Outros sintomas comuns são náusea, indigestão, gases, prisão de ventre ou diarreia, além de um cansaço frequente.


Após buscar ajuda médica, alguns exames deverão ser solicitados. O exame preventivo ginecológico também deve ser feito com a frequência correta (uma vez ao ano, ou de acordo com a orientação do especialista), mas é importante dizer que ele não investiga especificamente essa questão, já que sua principal função é avaliar o colo do útero. Por isso é importante você notar os sintomas e conversar com seu médico ou médica.


Como se previne


Alguns fatores contribuem quanto à prevenção desse tipo de câncer. Pessoas que possuem fatores de risco, como casos na família por exemplo, devem redobrar os cuidados. Manter o peso corporal saudável, fazer atividades físicas e consultar regularmente o seu médico, principalmente a partir dos 50 anos, também é fundamental.


A questão do sobrepeso é muito importante, pois já foi comprovado que ele contribui para o aparecimento dessa neoplasia. Dessa forma, além de estar fazendo um bem enorme para a saúde de modo geral, evitar os quilinhos a mais também contribui para essa questão.


Como é o tratamento


O tratamento depende muito do estágio em que se encontra o tumor e pode variar entre cirurgia e quimioterapia. Mas essa é uma questão que depende de outros fatores, como histórico da paciente, idade e estado de saúde.


Importante é estar atenta aos sinais e procurar uma avaliação profissional ao menor sinal ou suspeita. Sintomas existem para que haja uma investigação, concorda? São os sinais de alerta dados pelo corpo. Escute-os!