Doenças cardiovasculares em mulheres

Doenças relacionadas às complicações cardiovasculares matam mais mulheres do que o câncer de mama. A sociedade precisa estar atenta a isso!




Doenças cardiovasculares


Hipertensão, infarto, insuficiência cardíaca, cardiopatia, endocardite, arritmia, angina e AVC são alguns exemplos de complicações do sistema cardiovascular que podem levar à morte.


Essas doenças têm afetado muitas pessoas, inclusive mulheres. Quando se fala em cuidados femininos, é natural pensar na prevenção do câncer de mama ou problemas uterinos, mas os problemas relacionados à circulação sanguínea e ao coração estão vitimando mais que os males citados. Infarto não é coisa só de homem.



Sintomas diferentes


É verdade que as mulheres podem sentir as manifestações desses problemas de forma diferente do homem. Em um infarto, por exemplo, enquanto que no homem é mais comum a manifestação através de dor no peito que irradia para o braço, na mulher pode haver uma dor na mandíbula, nos braços e até nas costas, facilmente confundida com uma dor na lombar.


É claro que os sintomas citados são apenas exemplos e podem ocorrer ao contrário, quando comparamos homens e mulheres. Mas essa matéria é, justamente, para informar sobre como um infarto pode se manifestar de formas diferentes e que uma consulta médica é sempre necessária para entender as complicações de um sintoma.