As lesões causadas pelo trabalho repetitivo

#lesões #trabalho #DORT #LER


A LER/DORT é a sigla para designar lesão por esforço repetitivo e os distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho. Dia 27 de fevereiro foi a data escolhida pela Organização Internacional do Trabalho para se falar sobre o assunto.


Lesões por trabalho repetitivo

Como surgem LER e DORT?


Essas condições são mais comuns do que se imagina. Elas surgem em ambientes de trabalho nos quais os funcionários são submetidos a funções repetitivas por horas seguidas. Como cada organismo reage de um jeito, são imprevisíveis os aparecimentos dessas condições, mas, uma vez presentes, precisam de total atenção no diagnóstico e tratamento, para que o quadro inflamatório não evolua.


Algumas empresas já têm em seus quadros um médico do trabalho, especialista indicado para avaliar essas questões. O diálogo aberto entre empregador/gerente e o trabalhador também é fundamental no combate à LER/DORT. Dependendo do caso, será preciso afastamento do funcionário ou utilização de equipamento para evitar as dores e lesões.


Quais os primeiros sintomas


As primeiras manifestações começam por dores em regiões bem específicas, relacionadas à função que é desempenhada. E, ao primeiro sinal, não devem ser ignoradas, porque as dores são a forma que nosso corpo tem para dizer que algo não está como deveria.


Outros sintomas muito comuns também são formigamentos nas extremidades ou sensação de agulha fincando, as famosas “pontadas”.


Também é normal em caso de LER/DORT o trabalhador sentir diminuição da força, sensação de peso ou cansaço nos membros, inchaço, dificuldade de movimentação ou desconforto ao executar sua função.


Quais regiões do corpo são mais afetadas


É bem verdade que os incômodos podem aparecer em várias partes do corpo, porém são mais comuns aparecerem nos punhos, cotovelos e ombros. A região da coluna lombar também é facilmente afetada.


Esses incômodos podem evoluir para quadros inflamatórios de tendinite e irão precisar de tratamento imediato e acompanhamento médico por um prazo a ser definido pelo profissional da saúde.