Meningite

A meningite é uma doença global que atinge cerca de 5 milhões de pessoas por ano. A maioria dos pacientes de recupera, mas a taxa de mortalidade gira em torno de 10% e as de sequelas permanentes vão até os 30%. São números preocupantes, que nos levam a alertar sobre a doença.



Dia Mundial de Combate à Meningite


A data de 24 de abril foi escolhida como ideal para se falar sobre esta doença, alertando a população sobre seus sintomas, prevenção, diagnóstico e tratamento.


O que é a meningite?


A meningite é uma infecção causada normalmente por bactéria ou vírus e que se instala nas meninges, que são três membranas que envolvem e protegem o encéfalo, a medula espinhal e outras partes do sistema nervoso central.


Em casos mais raros, a meningite pode ser causada por fungos ou pelo bacilo de Koch, que também causa a tuberculose.


As meningites do tipo viral apresentam sintomas mais leves, que se assemelham a uma gripe. Geralmente acometem crianças, causando-lhes febre, dor de cabeça, um pouco de rigidez da nuca e irritabilidade.


As meningites bacterianas são mais graves e exigem tratamento imediato. Entre os sintomas estão febre alta, mal-estar, vômitos, dor forte de cabeça e no pescoço, dificuldade para encostar o queixo no peito e, às vezes, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, que é um sinal de que a infecção está se alastrando, com risco de sepse.


Como prevenir, diagnosticar e tratar a doença?


O diagnóstico é feito pela avaliação clínica e através do exame do líquido que envolve o sistema nervoso, para identificar o tipo do agente infeccioso.


Importante ressaltar que em caso de suspeita de meningite bacteriana, é fundamental introduzir os medicamentos antes mesmo de saírem os resultados do exame laboratorial, já que o risco de sequelas graves cresce à medida que o tempo passa e o tratamento não começa. Esse tipo de meningite pode causar lesões neurológicas irreversíveis.


No que diz respeito à prevenção, a vacina é uma grande aliada. Ela está disponível pelo SUS no calendário oficial de vacinação do país.


Sobre tratamento, é fundamental identificar o tipo da meningite para dar sequência aos procedimentos médicos. Como já dito, a bacteriana exige intervenção imediata. Já a causada por fungos, costuma ser tratada por meses com uso de antibióticos e quimioterapia.



PACIENTES E VISITANTES
Nossos Hospitais
       Hospital Casa | Hospital de Câncer
       Hospital Casa de Portugal
       Hospital Casa Evangélico
       Hospital Casa Prontocor
       Hospital e Maternidade Casa Egas Moniz
       Hospital Casa Italiano
       Hospital Casa São Bernardo
       Hospital Casa Procordis
       Hospital Casa Rio Laranjeiras
       Hospital Casa Rio Botafogo
       Hospital Casa Bambina
       3D Diagnóstico por imagem
Institucional
       Trabalhe conosco
       Destaques
       Quem somos
       Missão, visão e valores
       Imprensa
       Diferenciais
       Vídeos Institucionais
CENTRO DE ESTUDOS
       Sobre o centro
       Cursos e eventos
       Residência Médica

© 2021 Rede Hospital Casa

  • Facebook ícone social
  • Instagram ícone social
  • YouTube ícone social
  • LinkedIn ícone social