Segurança sempre!

28 de abril é lembrado como o Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes do Trabalho. O mês foi, portanto, escolhido para ser o Abril Verde e nos alertar sobre a necessidade de se falar em prevenção contra esse tipo de acidente, que vitima muitas pessoas ao redor do mundo. Leia o conteúdo e entenda mais sobre o assunto.


Números alarmantes


A necessidade de se abordar o tema durante o mês é alarmante, já que os números de vítimas fatais decorrentes de acidentes de trabalho ou doenças ocupacionais são preocupantes. Estimam-se que mais de 2,3 milhões de pessoas morrem por ano em decorrência das causas citadas.


No Brasil, apesar das subnotificações, o número de trabalhadores que apresentaram um quadro de acidente ou doença relativa às suas ocupações é bem assustador: mais de meio milhão só em 2018 – ano do último levantamento sobre o tema.


Qual o objetivo da campanha


A campanha do Abril Verde surgiu graças ao empenho do SITESPAR (Sindicato dos Técnicos de Segurança do Paraná) que, vendo a realidade preocupante, decidiu estabelecer algumas metas para se garantir maior segurança aos trabalhadores no Brasil. Dentre elas, destacamos:

  • Conscientizar a população;

  • Debater responsabilidade entre gestores e governo;

  • Promover qualidade de vida no trabalho;

  • Promover uma cultura de prevenção;

  • Promover ações e manifestações;


Como prevenir acidentes de forma efetiva


Os EPI’s (equipamentos de proteção individual) são grandes aliados na prevenção aos acidentes de trabalho. Entretanto, o devido uso dos mesmos nem sempre é observado. Capacetes, luvas, coletes e demais objetos (próprios a cada setor) servem como um “escudo” e são capazes de diminuir acidentes ou sequelas.


A conscientização também é um grande fator a se considerar quando o assunto é prevenção. O empregador deve fornecer os equipamentos à sua equipe que, por sua vez, deve usá-los corretamente.