top of page

Síndrome da pessoa rígida

Você já ouviu falar nesta doença neurológica chamada síndrome da pessoa rígida? Entenda mais sobre ela nesta matéria.



Celine Dion e a SPR


A síndrome ganhou notoriedade há alguns dias quando a cantora Celine Dion, de 54 anos, relevou estar se tratando dessa rara doença neurológica. Ela, inclusive, cancelou alguns shows porque o problema a impede de cantar, além de afetar outras partes do corpo.


Dados apontam que apenas 1 paciente em 1 milhão será portador da doença. A síndrome, também chamada de stiff person, é um distúrbio neurológico que causa espasmos e forte rigidez muscular, podendo atingir o tronco, abdômen e músculos respiratórios.


A doença é autoimune e mais comum em mulheres. Ela costuma estar associada a outros problemas, como diabetes tipo 1, tireoidite de Hashimoto, câncer de mama, câncer de colo, câncer de pulmão e linfoma de Hodgkin.


Os sintomas surgem em uma sequência no paciente. Em primeiro lugar, há uma rigidez muscular no tronco e no abdômen. Depois a rigidez afeta os músculos dos braços e das pernas. Então avança para os músculos da deglutição para depois atingir a musculatura respiratória. Contraturas e espasmos também são comuns ao portador da síndrome.


A doença não tem cura, mas, se tratada, possibilitada uma boa qualidade de vida. O tratamento deve ser feito com acompanhamento de um neurologista, que pode prescrever medicações específicas e até terapias de filtragem do plasma do sangue, de acordo com a necessidade de cada pessoa.

Comentários


bottom of page