Comer menos pode ser o segredo para uma vida mais longa?

Estudos abordaram o tema e mostraram que comer menos pode ser o segredo para uma vida mais longa e saudável. Leia a matéria e entenda por quê.




Vivendo mais


Não é segredo que a expectativa de vida aumentou muito com o avanço da ciência. Todos queremos viver mais e com saúde. Estamos em busca não só de ter mais anos de vida, mas de dar mais vida aos anos.


Para que isso aconteça é necessário mudar de hábitos na juventude. Fazer atividades físicas, comer melhor, evitar hábitos prejudiciais... as recomendações você já conhece.


Mas o que pode parecer um clichê, vem se mostrando como a revelação de um grande mistério: comer menos faz viver mais.



Comendo menos


Pesquisas recentes mostraram que a solução para uma velhice melhor pode ser reduzir a quantidade de alimento nos nossos pratos, em uma abordagem chamada de "restrição de calorias". Essa dieta vai além de reduzir alimentos gordurosos de vez em quando; ela propõe a redução gradual e cuidadosa do tamanho das porções, de forma permanente. Naturalmente, isso deve ser feito com o devido acompanhamento nutricional e avaliação metabólica. Nada de fazer cortes por conta própria, viu?


É fundamental que a quantidade e os tipos de alimentos que comemos sejam especificamente definidos para quem nós somos - nossa predisposição genética para ganhar peso, a forma como metabolizamos os açúcares, como armazenamos gordura e outros fluxos fisiológicos que estão além das pesquisas. Os dados são importantes, mas precisam ser adaptados à singularidade de cada indivíduo.


Mas uma coisa é fato: reduza sua quantidade de alimentos. Isso trará melhoras significativas em sua saúde.