Cuidados com a pele

Estamos vivendo o Dezembro Laranja, mês de conscientização sobre os cuidados para se evitar o câncer de pele. Naturalmente, isso também abre um debate sobre cuidados gerais com esse que é o maior órgão do corpo humano. Saiba mais sobre o assunto.




A pele


Como dito, a pele representa o maior órgão do corpo. É ela quem age como uma barreira protetora contra organismos invasores (vírus, bactérias, poluição e etc). Além disso, ela nos protege contra os efeitos nocivos do sol (daí a necessidade de se usar protetor solar), além de manter controladas a temperatura e a umidade do organismo.


Por conta de tudo isso, nosso tecido epitelial precisa de cuidados maiores. O envelhecimento e algumas doenças podem ser inevitáveis, mas há algumas mudanças de hábitos que aumentarão significativamente a saúde da sua pele.



Cuidados gerais com a pele


Lavar o rosto é uma dica muito valiosa, porque isso evita o acúmulo de agentes infecciosos. Fazer essa higienização duas vezes ao dia é o mínimo ideal. E para quem faz uso de maquiagem, um alerta: não retirá-la interfere na renovação celular, permitindo a interferência de impurezas na pele. Isso irá contribuir para o aparecimento de acnes, rugas e manchas.


Esteja atento ao tipo de sabonete que usa. Peles oleosas ou mistas, precisam de produtos adstringentes. Sabonetes neutros são para peles secas ou normais. E por falar em produto, não se esqueça do protetor solar facial, que deve ser usado diariamente, independentemente se o dia está ensolarado ou chuvoso.


Cuidado com produtos esfoliantes. Em excesso, eles aumentam a descamação da pele, provocando a saída da barreira cutânea natural. Em peles oleosas, o indicado é uma esfoliação por semana. Em peles secas, a cada 15 dias.


Evite banhos muito quentes, pois isso aumenta o ressecamento da pele, favorecendo o aparecimento de alergias, irritações e coceiras. Tome banhos menos quentes e menos demorados.


Mantenha-se hidratado. A alta ingestão de água favorece a hidratação da pele e sua elasticidade, evitando o envelhecimento precoce e o ressecamento cutâneo.


Não fume. O tabagismo reduz o fluxo sanguíneo causando uma diminuição na quantidade de oxigênio e nutrientes. Além disso, ele aumenta o risco de câncer, resseca e envelhece a pele. Beber em excesso também não é legal, pois altera o organismo e sujeita a derme à psoríase e outras doenças.


Por fim, coma bem e mantenha-se equilibrado emocionalmente. Uma dieta rica em gordura, pode interferir na saúde da pele, assim como o estresse, ansiedade e irritabilidade. Tenha momentos de lazer, durma bem e desacelere.