Doação de sangue

Os bancos de sangue estão sempre precisando do produto. Por ter uma demanda inesperada, os hospitais necessitam de um estoque razoável de sangue e, para que isso seja uma realidade, a doação deve ser uma prática constante. Veja aqui como o sangue salva vidas e quem pode doar.




Doar sangue é salvar vidas


Um adulto doa, geralmente, até 450ml de sangue. Essa é uma quantidade que o corpo humano repõe em até 24 horas e que pode salvar a vida de até 4 pessoas.


Importante salientar que são muitas as situações em que uma pessoa necessita de sangue. Entre as mais conhecidas, podemos citar as cirurgias de grande porte, transfusão para pacientes com doenças crônicas e após acidentes graves.



Quem pode doar?


Infelizmente não é qualquer pessoa que pode ser uma doadora. É preciso estar com a saúde em dia, por isso alguns requisitos são exigidos:

- Ter entre 16 e 69 anos de idade – a saber que: menores só podem doar mediante autorização dos pais ou responsáveis. E, acima de 60 anos, só doa quem já é doador assíduo;

- Pesar no mínimo 50kg e consultar (no que diz respeito a peso máximo) se o seu IMC se enquadra nos critérios de doação;

- Estar descansado, ou seja, ter dormido um mínimo de 6 horas nas 24 horas anteriores;

- Estar bem alimentado;

- Estar munido de documento com foto;


Há casos em que também não se pode doar. São eles:

- Se estiver resfriado, é importante aguardar 7 dias após o desaparecimento dos sintomas;

- Grávidas não podem doar. Após o nascimento da criança, devem aguardar 90 dias (se for parto normal) ou 180 dias (em caso de cesárea);

- Quem ingeriu bebidas alcoólicas nas últimas 12 horas;

- Quem fez tatuagem ou micropigmentação na sobrancelha nos últimos 12 meses;

- Quem realizou endoscopia, deve aguardar 6 meses;

- Paciente que realizou procedimento de extração de dente, ou outra cirurgia odontológica, deve aguardar 7 dias.

- Quem faz acupuntura deve aguardar 7 dias (se as agulhas forem descartáveis) ou 12 meses (se não souber a procedência do material utilizado);

- Pacientes com covid devem aguardar um mínimo de 30 dias após o desaparecimento de todos os sintomas; e os vacinados devem aguardar um mínimo de 7 dias ou 2 dias se for a CoronaVac;

- Pessoas que moraram no exterior, ou estiveram lá nos últimos meses, devem informar ao local de doação, para averiguação das possibilidades de doação;


E há os chamados casos impeditivos, em que o indivíduo não pode doar, que são:

- Se faz uso de drogas ilícitas injetáveis;

- Se teve hepatite após os 11 anos de idade;

- Se tem o mal de Parkinson;

- Se tem malária;

- Se possui evidência clínica ou laboratorial das seguintes doenças infecciosas transmissíveis pelo sangue: hepatites B e C, AIDS (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e doença de Chagas.


Se você se enquadra nos requisitos para ser um doador, procure o hemocentro mais próximo de sua casa e faça esse gesto de amor. Salve vidas!