top of page

Lapsos de memória: quando se preocupar?

Lapsos de memória são comuns e podem não representar um mal adjacente relevante, entretanto há alguns episódios que merecem atenção.



Entenda o que diz a medicina


Os lapsos de memória são experiências comuns que afetam praticamente todas as pessoas em algum momento de suas vidas. Estes podem variar de esquecimentos breves e inocentes, como perder as chaves ou esquecer o nome de um conhecido, até situações mais preocupantes que podem sinalizar problemas de saúde subjacentes.


Tipos de lapsos de memória


Existem diversos tipos de lapsos de memória. Alguns são simplesmente "brancos" momentâneos, enquanto outros podem ser indicativos de condições como amnésia, que envolve a perda de memórias significativas e pode ser temporária ou permanente. Os lapsos também podem ser classificados de acordo com sua duração – de curto prazo, quando o esquecimento é momentâneo, ou de longo prazo, quando as informações são perdidas por períodos prolongados.


Fatores contribuintes


Vários fatores podem contribuir para os lapsos de memória, incluindo:


⁠Idade: à medida que envelhecemos, as mudanças naturais no cérebro podem levar a um declínio nas habilidades de memória. Isso é comum e geralmente não indica uma condição grave.

⁠Estresse e ansiedade: altos níveis de estresse e ansiedade podem afetar adversamente a capacidade do cérebro de registrar e recuperar informações.

Falta de sono: o sono inadequado é um grande inimigo da memória. Durante o sono, ocorrem processos cruciais de consolidação da memória, e sem quantidade ou qualidade suficientes de sono, esses processos podem ser prejudicados.

Nutrição e hidratação: uma dieta pobre e falta de hidratação adequada podem afetar o funcionamento do cérebro, inclusive a memória.

Medicamentos: alguns medicamentos podem ter efeitos colaterais que incluem lapsos de memória. É importante discutir essas possibilidades com um profissional de saúde.

Doenças neurológicas: Condições como Alzheimer, demência, lesões cerebrais traumáticas, e outras podem levar a perdas de memória significativas.


Prevenção e Gerenciamento


Para ajudar a minimizar os lapsos de memória, algumas estratégias podem ser eficazes: manter uma rotina regular de sono, adotar uma dieta nutritiva rica em antioxidantes e ácidos graxos essenciais, exercitar-se regularmente para aumentar o fluxo sanguíneo para o cérebro, praticar atividades que desafiam a mente, como quebra-cabeças, leitura ou aprendizado de uma nova habilidade, gerenciar o estresse através de técnicas como meditação, yoga ou conversa terapêutica.


Compreender os fatores que contribuem para os lapsos de memória e adotar medidas preventivas pode não apenas melhorar a memória atual, mas também ajudar a preservar a função cognitiva ao longo do tempo. Se os lapsos de memória forem frequentes ou graves, é essencial procurar aconselhamento médico para descartar condições mais sérias.



Komentáře


bottom of page