Raspagem de próstata

Um procedimento independente do diagnóstico de câncer na região, a raspagem se faz necessária quando a próstata começa a interferir no funcionamento adequado do sistema urinário. Entenda.




Relação da próstata com a uretra


A próstata tem uma relação muito interligada ao sistema urinário, já que, no homem, ela envolve o canal da uretra próximo à bexiga.


É natural o aumento de tamanho da glândula prostática com o passar da idade. O problema acontece quando esse aumento começa a obstruir a passagem da urina, causando desconfortos e sintomas típicos.



Os sintomas do problema


O homem começa a sentir mais vontade de ir ao banheiro, sobretudo durante o sono. Passa-se a fazer esforço para a urina sair. Os jatos da micção ficam mais fracos e há uma sensação de que a bexiga não foi esvaziada como deveria.


O aumento da próstata é uma situação muito comum: acontece com metade da população masculina. E o exame do toque, necessário para prevenir o câncer na região, também é capaz de detectar esse aumento e perceber o problema da obstrução na uretra.



O procedimento da raspagem


Uma vez detectada essa alteração no tamanho da glândula, que é uma hiperplasia benigna, é indicada a raspagem da próstata, para reduzir seu tamanho.


O procedimento é feito por endoscopia, através da introdução de uma sonda no canal peniano, que também faz a retirada de impurezas da uretra. É uma cirurgia minimamente invasiva e o paciente fica de 1 a 2 dias internado.


A boa notícia é que a busca masculina por atendimento médico subiu quase 50% nos últimos anos. Isso é indicativo que o preconceito está ficando de lado e os cuidados estão sendo priorizados.