Correr ou caminhar?

Praticar atividades físicas é necessário e muito positivo para a saúde. As corridas e caminhadas estão entre as práticas mais comuns. E ambas são muito benéficas. Mas, qual das duas é melhor para o corpo? Leia a íntegra e saiba mais.



Benefícios de caminhar


Ideal para quem está sedentário, a caminhada oferece inúmeros benefícios para o corpo e mente. Ela é uma atividade de pequeno impacto e, por isso, traz menos riscos de lesões nas articulações.


Se praticada com uma constância de pelo menos 3 vezes por semana (com um mínimo de 40 minutos por vez), a caminhada pode proporcionar perda de peso, controle do diabetes, respiração e circulação melhores, combate à osteoporose, diminuição da sonolência e do desânimo, além de deixar o cérebro mais ativo e aumentar a sensação de bem-estar.


Sobre correr


A corrida, por sua vez, exige mais do corpo e, por isso, deve ser praticada por pessoas que já tenham um preparo físico melhor. Não é indicado sair do sedentarismo e ir direto para a corrida, pois isso exigirá demais do corpo, podendo causar dores de cabeça, enjoos e até desmaios.


Entretanto, pessoas que começam pegando mais leve, caminhando e evoluindo no ritmo, com o tempo poderão se dedicar à corrida, dentro, é claro, de seus limites.


Qual é melhor?


Importante mesmo é sair do sedentarismo, respeitando os limites do seu corpo. Se você tem condições de caminhar, caminhe. Se pode correr, então corra! O que não pode é ficar parado. A corrida, naturalmente, por ser uma prática mais intensa, pode proporcionar mais rapidamente bons resultados relacionados ao emagrecimento e condicionamento físico.