top of page

Como a obesidade contribui para o câncer de mama

A obesidade pode contribuir para o aparecimento de vários problemas de saúde. Um estudo recente a associou ao câncer de mama em mulheres mais jovens. Entenda melhor na matéria a seguir.



Entendendo melhor o assunto


A obesidade é um fator de risco já bem conhecido que contribui para o câncer de mama no período pós-menopausa. Porém, nos casos diagnosticados na pré-menopausa, especialmente em mulheres com menos de 40 anos, este papel ainda não era muito bem esclarecido.


Um estudo apresentado no Encontro Anual da Sociedade Americana de Oncologia Clínica em Chicago sugere que a maioria das pacientes avaliadas, com tumores de mama, eram obesas ou apresentavam sobrepeso.


O curioso é que, até bem pouco tempo, pensava-se ao contrário. Havia o entendimento que o aumento do IMC (índice de massa corpórea), principalmente para tumores positivos para receptores de estrogênio, poderia ser positivo. Mas, atualmente, já se analisa o excesso de peso corporal como fator de prognóstico negativo em câncer de mama pré-menopausa.


Dessa forma é possível dizer que o controle da obesidade ou sobrepeso e o estímulo à adoção de hábitos saudáveis, como a prática de exercícios físicos e uma dieta mais balanceada, podem ajudar a diminuir os riscos de diagnóstico de câncer de mama e de outros tumores.


Comentarios


bottom of page